jusbrasil.com.br
19 de Agosto de 2017
    Adicione tópicos

    Determinado o fechamento de Associação que prometia crédito, mas funcionava com o sistema pirâmide

    O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio do Promotor de Justiça Júlio Machado, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital, obteve liminar em Ação Civil Pública, no dia 05/02, contra a Associação Fruto da Terra Brasil, empresa que prometia crédito imobiliário a juros baixos, mas não tinha recursos próprios e funcionava em sistema de pirâmide.

    Na liminar, a Justiça determina que as atividades da Associação devem ser imediatamente encerradas e o estabelecimento onde ela funciona, lacrado. Caso a Terra Brasil insista em cobrar dos consumidores prestações periódicas ou qualquer outro valor relativo ao seu Sistema Alternativo de Crédito (SAC), será multada em R$ 50 mil por dia. A empresa está ainda terminantemente proibida de veicular qualquer oferta ou publicidade que diga respeito ao SAC, recaindo em multa de igual valor, caso descumpra a determinação legal.

    “A Associação promete ao consumidor que, se ele contribuir durante 30 meses com um milésimo do valor necessário para a aquisição da casa própria, à taxa de juros zero, terá o crédito imobiliário necessário para adquirir o imóvel. Ocorre que a Terra Brasil não tem recursos financeiros próprios para fazer os empréstimos e os métodos que usa para iludir o incauto consumidor são os mesmos utilizados nos chamados golpes da pirâmide”, ressaltou Júlio Machado.

    Segundo simulação realizada pelo Banco Central, demoraria 14 anos, e não 30 meses, para a Associação ter fundos bastantes para fornecer cartas de crédito aos primeiros 2 mil inscritos no sistema. Além de funcionar como pirâmide, a empresa oferecia recompensa em dinheiro àqueles que obtinham novas adesões à Associação Fruto da Terra Brasil.

    2 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    Sou contemplado da Aftb. Passei a pagar em juízo. A aftb transferiu meu imovel para o grupo focus, que agora esta colocando meu imovel para leilao. No dia 31/10/2014 posso perder minha unica moradia. http://www.zukerman.com.br/ns/detalhe_online.php?IDLeilao=5396&IDLeilaoLote=90757 Nao sei o que fazer. o sr. pode me orientar ? Ja mandei email para o pessoal da NUDAC. Disseram que vao pedir audiencia com a juiza. O prazo esta acabando e tenho receio de perder tudo que investi. continuar lendo

    Lamento muito, amigo. Mas desde 2011/2012 quando começaram os processos voce deveria ter parado de pagar e ter entrado na justiça para reaver o seu dinheiro. continuar lendo